Eu confesso: uma das minhas maiores lutas é contra a ira.

Pra você que, assim como eu, é “esquentadinho” saiba que isso é um erro e traz conseqüências. Inclusive, eu carrego conseqüências da época que eu ainda não era convicto de que precisava da transformação de Jesus no meu temperamento.

Cada um recebe sua educação de um jeito. Talvez você nem tenha tido um bom exemplo de como reagir a provocações. Mas pra isso temos a Palavra de Deus que nos ensina direitinho como um cristão deve ser: manso como a pomba, prudente como a serpente (Mt: 10:16).

Eu tenho uma imagem muito fixa na minha mente de Jesus com um “olhar de cordeiro como se estivesse morto”, assim como a Bíblia relata, e tento sempre ser um imitador dEle, como a Bíblia também nos orienta. Me esforço ao máximo para me lembrar dessa imagem nas horas de tensão (que são muitas!).

Eu acho que a mansidão de um cristão deve fluir naturalmente conforme ele vai vivendo suas experiências com o Pai. Cada dia que passamos na presença do Espírito Santo nos motiva mais e mais a lutar contra todas as coisas que possam afastá-Lo de nós.

Nossa bússola, que é a Sua Palavra, nos dá uma dica: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” (Pv 15:1). Dica preciosa! Difícil de ser seguida, mas o esforço de obedecer a Palavra de Deus sempre vale à pena. Na próxima vez que você se encontrar em uma situação de estresse mútuo, tente lembrar-se disso: “A palavra branda acalma o furor”. Por mais que você esteja irado e cheio de razões, escolha ser o responsável por evitar uma briga. Dê você o primeiro passo!

Deixe Cristo viver em você!

Anúncios